Por que online?
By estabulo On 10 set, 2012 At 08:42 PM | Categorized As Notícias | With 0 Comments

Muitas pessoas questionam a decisão de tornar o jornal impresso em um jornal eletrônico. Aqui contarei o momento histórico do CAMRN quando isso ocorreu e os seus motivos.

Tal decisão foi tomada após o fechamento da última edição do jornal impresso, em setembro de 2010. O departamento do Estábulo encontrava-se reduzido a uma pessoa, no caso eu, para a editoração de todo o jornal. Naquele momento esta não era a única atribuição que tinha dentro do centro acadêmico e não pude me dedicar como gostaria a ele. Talvez a principal tarefa de extrema importância que eu não conseguia executar era a de incentivar a participação de outros alunos da faculdade.

Aliado a este problema interno do jornal, veio o custeamento com a gráfica. Utilizávamos o serviço de uma gráfica em Pirassununga, pois as gráficas em São Paulo não prestavam serviço para uma tiragem pequena tal qual era a nossa necessidade, 400 exemplares. E naquele momento a impressão encontrava-se inflacionada, diziam por conta das eleições presidenciais de 2010, que aumentava a demanda por papel. A última edição impressa, com a tiragem de 400 exemplares custou ao Centro Acadêmico a quantia de aproximadamente R$700,00. Um valor muito alto para uma publicação que estava sendo subaproveitada pelos alunos.

É verdade que a ideia do site não era nova. Muitos já cogitavam, esboçavam, mas aquele momento colocava toda a situação em xeque e o Estábulo gritava por uma salvação. A criação do site, com todas as vantagens inerentes a este, que serão listadas a seguir, contemplariam toda essa necessidade e renovaria o nosso querido jornal.

Na época eu já possuía certo conhecimento na criação de sites, não com uma qualidade excepcional, mas que conseguiria suprir as necessidades do Estábulo e dos alunos. O que faltava era o tempo hábil para colocar o projeto em prática e pessoas para contribuir.

Infelizmente não foi possível concretizar o site durante a gestão 2010-2011, tal situação perdurando por um total de dois anos, o que fez com que duas turmas da faculdade ainda nem saibam do que se trata o jornal do alunos.

Porém, nestes dois anos eu pude melhorar minha experiência na criação de sites, a saber, o site da Sacavet e meus sites pessoais, e teria um tempo para criar o site com qualidade equiparável às edições impressas. Além disso, a equipe deste ano mostrou-se engajada e acredito que o novo formato agradará aos alunos e que em breve conseguiremos aumentar a nossa equipe de trabalho.

Dentre as diferenças que poderia apontar entre o Estábulo eletrônico e o Estábulo impresso, podemos citar:

  • Abrangência e público alvo: enquanto o site não possui limites, que são sempre superados pela divulgação entre as pessoas, os impressos eram limitados aos 400 exemplares mensais. As notícias agora aparecem nos resultados de mecanismos de busca como o Google, elevando o público alvo para muito além dos alunos de graduação da faculdade;
  • Validade do conteúdo: no site são permanentes, novas notícias se entremeiam às antigas, e pode-se ler tudo desde a mais antiga até a postada mais recentemente, enquanto o impresso era muito limitado ao seu mês de distribuição, com seu conteúdo perdido ao longo dos meses, mesmo que o texto possuísse caráter atemporal;
  • Redução de custos: a manutenção do domínio do site tem um custo anual de R$30,00 (R$2,50/mês), com hospedagem subsidiada a custo zero, enquanto o impresso possuía um custo de R$700 por edição de 400 exemplares;
  • Sustentabilidade: nunca podemos nos esquecer de que não utilizar papel é sempre um ponto positivo;
  • Visibilidade de patrocínio: um conteúdo aberto a toda a internet é mais atraente a possíveis empresas veterinárias que acreditam em nosso trabalho, podendo converter em verbas a serem investidas a todos os alunos da FMVZ-USP;
  • Interação: no site existe o campo de comentários, além da interação com as redes sociais, contribuindo para um debate muito mais intenso sobre os textos publicados, o que na era impressa era limitado a rodas de amigos isoladas;
  • Espaço: no site não há limites, todo conteúdo será bem vindo a aumentar dia-a-dia nosso volume de informações, enquanto no impresso era preciso quebrar a cabeça para colocar o conteúdo em 10 ou 12 folhas. Da mesma forma, se eventualmente houver pouco conteúdo em determinado momento, não é necessário “encher linguiça” ou colocar textos de baixa qualidade para completar espaço;
  • Funcionamento em tempo real: no site tudo ocorre de forma imediata, otimizando a função de contribuir com as demais entidades discentes. Já no impresso, lutávamos contra o calendário, o que reduzia a efetividade como meio de divulgação. Além disso, a notícia é publicada logo após o ponto final do texto, tornando tudo muito mais atual e dinâmico;
  • Conteúdo: o que antes era limitado a textos e imagens (em sua maioria em preto-e-branco) agora tem um leque muito grande de alternativas, como vídeos, músicas, animações, jogos e flashs interativos e outras mídias que só um site pode proporcionar.

Por fim, o Estábulo foi uma das atividades em que me engajei logo no início da faculdade, e fiz uma promessa ao meu amigo Eduardo (Bossal-71), que na época era o diretor do Estábulo, de que eu iria cuidar deste trabalho. E eu não poderia encerrar a publicação impressa e sair da faculdade sem cumprir minha promessa e sonho pessoal em “deixar a casa mais arrumada de que quando entrei”.

Espero que essa nova era tenha um bom proveito e seja cada vez mais útil aos alunos.

Abraço,

Danilo Fênix (Tranquilão-74)

contato@danilofenix.com.b | www.blog.danilofenix.com.br

Membro do Departamento Estábulo de São Paulo


Relacionados: